pausa pra reflexão...

bem vindo ao meu cantinho...

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Floresta Amazônica - pulmão quase que "canceroso" do mundo...


                    A privatização da Floresta Amazônica é uma espécie de formalização da  invasão.
A Amazônia vem sendo invadida, privatizada desde o início da colonização, com a chegada dos portugueses e espanhóis. Óbvio que em proporções muito menores no início, mas que ao longo dos anos, com a diversificação dos interesses na área, hoje é quase que humanamente impossível determinar se ainda há algum local na Amazônia que não tenha já um “dono”.

A invasão não só de grileiros, mas também  de ONGS internacionais,  as quais em sua maioria, não estão ali para cumprir o objetivo a que foram criadas... bem como  coronéis que comandam municípios inteiros com a conivência dos governantes  e “doam” terras públicas em troca de apoio político e até a própria FUNAI que deveria garantir a segurança de índios e ribeirinhos mas tá sempre fazendo vista grossa às grilagens e etc...

                  Mas pior de tudo ainda é o gado. O gado representa a maioria do desmatamento da Amazônia.
Aí vc pergunta: quem é o dono do gado?
                  Bom, aí entra o sistema.

                 Como lutar contra a destruição da floresta dentro de um sistema que visa o tempo todo acumulação de capitais, mesmo que pra isso, tenha que colocar em perigo a própria existência da humanidade?

                Pois se é justamente quando a economia vai relativamente equilibrada, aumenta-se o desmatamento. Quando há recessão, diminui-se o desmatamento.

                  Como então acreditarmos que dentro deste sistema, o capitalismo, a Amazônia conseguiria sobreviver sem que fosse esquartejada?

                   De todo o mundo, o Brasil é o único país com área expressiva de floresta e com biodiversidade superior a qualquer outra área do planeta.

                  Os olhos do mundo estão sobre a Amazônia. E o mundo é capitalista selvagem. Então, é uma pena, mas ... a Amazônia não é nem nunca foi “pulmão” do mundo. A Amazônia é sim, a mina de ouro, a redescoberta das Américas
             
                   A luta não é contra o grileiro, contra o coronel, contra o Sarney, contra o lula... a luta é contra o sistema. Pq o que seriam destas figuras, se o sistema não os mantivesse na posição em que estão?

                  O conteúdo da MP458, formaliza não só a posse da terra de quem já está lá (sejam grileiros, famílias em assentamentos, coronéis do gado, bem como suas conseqüências  ou seja:  o desmatamento, a queima, a utilização da riqueza natural sem sustentabilidade alguma... e outras mazelas que conhecemos de cabo a rabo.

                  O problema maior dessa MP ser vista como RETROCESSO, é que o grau de conscientização de quem avalia desta forma, está aquém do que deveria. Afinal, retrocesso significa recuar.  Voltar ao estado original.

                   Aí eu pergunto: qual a situação  "original"  da Amazônia para considerar a MP um retrocesso?

                   Em nenhum governo, ouviu-se falar da constituição de um Órgão gestor do meio Ambiente.

                   Pela primeira vez, com a criação deste órgão,  e a gestão de Marina da Silva, a Amazônia após décadas, experimentou por quase seis anos, um alívio no desmatamento. Mas como eu disse anteriormente, a luta não é contra quem mete fogo, mas sim contra o sistema...  até ela se desenganou e pulou fora do barco, ao perceber que , não há possibilidade de implantar medidas de cunho coercivo após décadas de posse indiscriminada da área florestal da Amazônia. E pq? Pq quem comanda o desmatamento, quem comanda a Amazônia, comanda também o congresso inteiro.

                            Um exemplo são as terras indígenas:

                            Elas  representam acho que 12% de toda a região do país. A maioria se concentra exatamente na Amazônia. Esse percentual de terra, está relativamente salvo.
                            Mas ainda assim, enfrenta os ânimos de até mesmo (pasmem) , dos que  hoje chamam  a MP458 de legalização da grilagem.

                             Mas como assim? Memória curta, vamos relembrar: Raposa Serra do Sol. 1,7 milhões de hectares destinados à reserva indígena. Foi determinado pelo governo Federal de FHC há mais ou menos 10 anos (creio eu, num tô muito certa disso, depois eu pesquiso pra dar certeza do período),  a fatiação contínua desta área e a formalização como área indígena, ou seja, uso único e exclusivo dos indígenas. Mas aí, vários setores do Estado, e até a comunidade local, promoveram protestos, manifestações e barraram a homologação.  Ou seja, o Governo tentou, e olha que não o era o Lula, pra acharem que to puxando sardinha, mas não conseguiu a tal homologação, pelas ações de empresas arrozeiras (responsáveis pelo PIB do Estado e municípios inteiros instalados no interior da mata.).

                            Vale ressaltar que os índios da reserva Raposa Serra do Sol, são considerados isolados, protegidos pelo Estatuto de índio para que o homem “branco” não imponha sua integração à comunidade nacional. Ou seja, são primitivos... amantes da natureza. Mas me lembro bem, de vários setores da sociedade acusando os índios de assassinos, por terem matado garimpeiros que haviam invadido sua reserva e achavam um absurdo (de uma só voz) darem tanta terra pra tão pouco índio. Bom... é o sistema. Lula, acho que em 2005 ou 2006 chegou a homologar esta fatiação, e os “brancos” tiveram que deixar a área.

                             Mas ainda existem causas inúmeras contra a homologação, já que nosso judiciário nunca bate o martelo definitivamente em relação ao assunto.  E pergunto: será pq???

                             Hoje se luta pela não privatização da Amazônia, mas ontem e a qualquer momento, chamam os índios de assassinos por defenderem a Amazônia.

                             Voltando a questão da privatização, é neste mérito que quero chegar.
                             Qualquer ação do governo em relação àquela área, não vai mudar o curso da história, a não ser que, radicalmente, um líder do estilo Fidel ou Chavez,  resolva NACIONALIZAR a Amazônia  e entregá-la nas mãos dos índios. Mas não os índios com doença mental de branco, mas os índios isolados, os primitivos. E se isso acontecer, os mesmos que hoje gritam aos quatro cantos contra a MP458, vão gritar contra a nacionalização. Pq os interesses que movem os defensores da Amazônia, não estão restritos a cunho social, nem tão pouco ambiental. E muito menos regional.  A Amazônia , como diz o slogan dos EUA – “é patrimônio da humanidade” , eu reeditaria: “a Amazônia do Brasil, é patrimônio do capitalismo”.

                            Bom... resumindo, pra não cansar os zoim de quem tá lendo: a MP458  (ainda não se sabe ao certo todo o seu conteúdo) mas pelo menos três que podem ser barrados pelo Governo – o que legaliza as terras de pessoas jurídicas e permite a exploração máxima – e outros que os próprios ambientalistas apontam como o pivor da manifestação contra – nada mais é que a formalização da invasão. Era invadida ilegalmente, explorada ilegalmente, desmatada ilegalmente e agora, conta com a legalidade do Governo, o que torna mais fácil a instituição de multas bilionárias e a manutenção do cofre $$$$$, além de não ferir o princípio máximo do sistema que é a acumulação de capitais.

                             Alguém aqui se habilita em pleno século XXI a lutar contra?

Eu ??? só se for na sala de aula. Ainda tenho esperanças de um futuro melhor. E só mesmo renovando por completo a mente, a consciência  e promovendo assim, o comprometimento de todos os cidadãos pensantes com a possibilidade de se viver no planeta terra sem ter que destruí-lo. Mas aí, uma andorinha só não faz verão.

53 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Eu concordo com o texto. O mundo em que vivemos é totalmente capitalista e a Amazônia possuindo em si toda uma riqueza econômica, acaba atraindo olhares de pessoas que pensam apenas em ficar cada vez mais ricas. Essas mesmas pessoas depois se perguntam por que o planeta está em tal desequilíbrio, sem pensar que aquela arvorezinha que ele derrubou ou queimou pode ser o motivo disso tudo, pois ele está acabando com a rica biodiversidade desse ecossistema gigantesco fazendo com que o mundo entre em desequilíbrio.

    Está na hora de pararmos um pouco de pensar apenas no capital financeiro e perceber o berço de riquezas energéticas que é a Amazônia. A biomassa (geração de energia pelos derivados recentes de organismos vivos) é um exemplo de energia renovável na qual é possível ser retirada da Amazônia, pois nesse ecossistema encontramos uma grande quantidade de matéria viva. Através da biomassa podemos gerar vários tipos de combustíveis, como por exemplo: Etanol, Biodiesel, Óleo vegetal, Carvão Vegetal e outros. Porém , um problema proveniente desse tipo de processo é que o uso excessivo pelo levar a perda de grande parte da biodiversidade.

    Como o Brasil é um país em desenvolvimento já deveria estar pensando em implantar esse tipo de recurso no país, pois fazendo isso o Brasil ganharia “crédito” com os outros países que já pensam em energias renováveis ou pelo menos apoiam quem utiliza desse método. Paralelo a isso, toda a população deveria começar a pensar em como será a vida futura, percebendo que se não mudarmos nossos atos agora, a vida poderá ser impossível daqui a alguns anos. Vamos fazer um mundo melhor?

    Matheus Teixeira Scoralick Dias
    2 ano A

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Em pleno sec XXI a Amazonia é vista no mundo capitalista e ambicioso como um mercado gerador de lucros e eu sou contra este olhaar.A derrubada de árvores para a produçao de carvao mineral o plantio da cana de açucar para a produçao do alcool a criçao de gado só contribuem para a destruiçao Amazonia gerando a perda da grande biodiversidade q contribui para o equilibrio de nosso planeta,e como vc mesmo disse "...só se for na sala de aula. Ainda tenho esperanças de um futuro melhor."Sou um estudante que combate a destruiçao da Amanzonia e adimirei bastante este assunto..sei que se unirmos nossas forças conseguiremos combater esse grande mal.conte com meu apoio pois a união faz a força.(LUCAS DE OLIVEIRA MELO) COLÉGIO CRAMER 2°B

    ResponderExcluir
  6. O termo Amazônia PULMÂO do mundo não esta correta com a maioria pensa . "A floresta amazônica respira todo o oxigênio que produz via fotossíntese. Sendo assim ela é neutra". Bem, o cálculo não é tão simples assim. Engraçado
    que países responsáveis por 70% dos poluentes jogados na atmosfera estejam de olho na Amazônia. Mais o sistema não e composto por um so membro , não adianta uma pessoa só da sua palavra e outras 10 serem contra . As crescentes exportações brasileiras de carne podem ser as principais culpadas por trás do forte desmatamento da floresta amazônica , para preserva a floresta a Europa entro em acordo com empresários brasileiros suspendeu a importação de carne brasileira . Hoje as pessoas não querem saber do outro e de problemas futuros , so pensam em si mesmo e querer tem sua renda cada vez mais alta . Não e de hoje que temos um padrão de vida e seguimos a risca , temos um modelo muito antigo , concordo com os índios de defenderem o que e deles. Mais BRANCO e BRANCO .Se existe recurso renovais porque não implantamos ? Porque tem um custo maior ? então o porque ! Concordo que uma andorinha so não faz verão , mais varias fazem o melhor ! Mariah Luiza!

    ResponderExcluir
  7. Matheus Scoralick, agradeço sua participação neste blog.
    Vc tem razão quando indica que existem outros recursos capazes de gerar energia com mais sustentabilidade. No caso da Amazônia, infelizmente, os interesses financeiros como você bem colocou estão acima do compromisso com a natureza . Isto ilustra bem a situação da construção da Usina de Belo Monte, no Pará. Depois dê uma olhada em meu penúltimo texto neste blog, fala exatamente sobre isto.

    Lucas, que bom que você se interessa por este assunto, a natureza agradece. Como vc bem colocou , estamos em pleno século XXI e o histórico de destruição e degradação ambiental só se reafirma com o passar do tempo, pois o ser humano ainda não aprendeu a conviver em paz com a natureza e ainda não conseguiu desvincular o chamado progresso da destruição. Precisamos de pessoas conscientizadas como você para mobilizarmos uma manifestação a favor da natureza e seus recursos, pois chegaremos a um ponto onde não poderemos mais retroceder ou mudar o rumo.. caso não agirmos agora. Agradeço sua participação neste blog.

    Mariahh Luiza,
    Pertinente sua observação. Realmente 90% do oxigênio que respiramos vem dos oceanos e mares. Mas a expressão “pulmão do mundo” não é no sentido literal, mas sim com o objetivo de ratificar a importância do ecossistema e da biodiversidade existente neste espaço, e caso a Amazônia seja dizimada como grande parte da cobertura vegetal do mundo já foi, alteraria drasticamente o clima na terra. Daí a importância ser atribuída análoga ao pulmão, que quando “doente” coloca em grandes apuros o “coração”...rs
    Pertinente também sua colocação sobre a questão da pecuária brasileira. 90% da degradação da Amazônia vêm da criação de gados, como foi dito no texto e o pior, os donos do gado têm ligação direta com os representantes legislativos de nosso país. Daí a dificuldade de se criar leis ambientais que favoreçam a preservação da Amazônia. Sugiro a leitura do penúltimo texto postado neste blog, sobre a construção da Usina de Belo Monte.

    ResponderExcluir
  8. Gostaria da participação de vocês em uma comunidade no orkut, chamada JUVENTUDE POLITIZADA. Lá debatemos sobre política, questões ambientais e uma série de outros assuntos super interessantes. Participam quase 1600 alunos da rede pública e privada de São Paulo. Gostaria de ver os alunos de Minas Gerais aparecendo por lá.

    o link é:

    http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=105331054

    ResponderExcluir
  9. Primeiramente quero parabenizar Márcia Cunha pelas postagens e pelo levantamento de um tema relacionado a questão ambiental, que atualmente deve ser tratado com maior relevância e seriedade.

    Em relação ao seu texto, achei bem interessante e gostei das citações da questão capitalista, realmente a Amazônia hoje é um mercado comercial e a cada dia sua exploração está aumentando, toda essa destruição em troca de que? de uns zeros a mais na conta bancaria dos empresários e políticos? Mesmo que a Amazônia não seja o pulmão do mundo, e que esse câncer seja uma metáfora sua existência é extremamente importante para o equilibrio ambiental.

    É tão difícil entender que a preservação do nosso planeta é de extrema importância, e que destruindo ele destruirmos a nós mesmos? Já que de certa forma a exploração seja necessária, por que não controlar e fazer com que seja sustentavel? tantas perguntas com uma resposta, Money!! é... ele fala mais alto.

    É necessário termos essa consciência ambiental, de que não vale a pena destruir o nosso ambiente por uma conta bancaria mais GORDA, os jovens de hoje devem transmitir esse conhecimento, e mesmo que seja difícil impedirmos com que toda a exploração seja da Amazônia ou de qualquer outro ecossistema acabe definitivamente, vamos fazer a nossa parte no nosso pequeno espaço, vamos observar e tentar impedir coisas pequenas, quem sabe resolvendo pequenos problemas, conseguimos juntos resolver os grandes !?

    Rodrigo Rocha Salles
    2º ano B ; Colégio Cramer

    ResponderExcluir
  10. A humanidade esta precisando de um "empurrao" (vamos dizer assim)para começar agir a favor da natureza. As pessoas estao pensando muito nos lucros com o desmatamento,com a exploraçao do solo,com os animais exoticos existentes naquele local, etc , mas não param pra pensar no prejuizo no futuro olhando pelo lado do nosso bem estar , que a natureza contribui muito pra isso.
    A Amazonia esta virando uma grande empresa, ou melhor dizendo, um grande mercado onde os donos exploram e fazem o que querem. Jornais e revistas focam muito sobre assuntos tolos, e se esquecem de que a cada dia que passa a natureza vai sofrendo grandes violencias vindas do homem. Deveriam dar mais foco a esse problema e não dao. Nao é só a mata que esta sendo prejudicada mas tambem as pessoas, principalmente, os nativos daquela regiao que necessitam ainda mais delas, como os indios, que na verdade deveriam ser donos da floresta. Ao contrario desde a colonizaçao vem lutando pra ganhar espaço em suas terras invadidas desde o descobrimento da America.
    Marcia gostei do seu texto mas a respeito de mudar nossos costumes, acredito não adiantar pois como todos nos sabemos hoje em dia temos o dono do mundo e o dono do país e que são os politicos e os grandes empresários. As leis quanto a isso devem ser mais rigorosas, praticadas e cobradas. As mudanças entao deveriam começar deles, ai sim acredito na palavra ESPERANÇA, mesmo assim parabens pelo seu relatorio, e sucesso.
    BIANCA ISABEL (Colégio Cramer)
    2º ANO B.

    ResponderExcluir
  11. Antes de redigir quaisquer comentários, gostaria de parabenizar a você Márcia Cunha pelo empenho em trabalhar e levantar questões através de idéias sábias e coerentes, que fazem parte de nosso cotidiano e que muitas das vezes, quando as assisto fico desgostoso de ver, seres humanos tomando atitudes pra fins comercias, sem consciência alguma de que estamos desmatando vidas, que no caso nos ajudam a sobreviver.
    A nossa floresta amazônica, que afinal não é totalmente nossa, porta-se de uma grande diversidade de espécies árvores e animais que faz desta a maior floresta do planeta terra e sendo considerada como o “pulmão do mundo”. Sabemos que está expressão é totalmente errônea diante dos estudos e pesquisas propostos por profissionais capacitados. Isto acontece porque todo o oxigênio que a floresta produz a partir da fotossíntese durante o dia, ela consome através fotorrespiração, que ocorre durante a noite. Quem verdadeiramente compõem o pulmão do mundo, está nos oceanos, onde as algas produzem grande maioria deste oxigênio.
    Está exploração que é de cunho lucrativo, muitas das vezes se usa para fins energéticos, como a energia de biomassa. Na Amazônia, as árvores são usadas para obte-lá, mais precisamente na produção de lenha. Está por ainda desmatar florestas, quando queimada, emite CO2 e metano causando sérias conseqüências sobre o efeito estufa e a camada de ozônio.
    Um dos métodos criados pelo governo é o replantio de florestas para suprir a energia de biomassa proveniente do carvão. Mas mesmo criando estes mecanismos, o desmatamento bate mais uma vez em nossa porta, contribuindo ainda mais para degradação ambiental.
    Gostaria que houvesse mais pessoas, como a você Márcia em nosso mundo. Acredito que em milhões de nós, haja alguém que evidencie tais discussões. Más, para que estás situações sejam totalmente revertidas, devemos nos conscientizar e criar métodos ecológicos com o intuito de melhorarmos a “saúde” se nosso planeta, fazendo-nos de “médicos” para que assim possamos fazer do nosso país, um ser totalmente saudável.

    Matheus Augusto Xavier – 2º A – Colégio Cramer

    ResponderExcluir
  12. É uma pena ver como um patrimônio que é nosso, não tem o cuidado que merecia. Quando será vamos acordar que é o nosso futuro que está em jogo? É como se não cuidássemos de nossa própria casa. Mas infelizmente, na sociedade que vivemos, o lucro está acima de tudo, algo superior.
    De nada adianta conseguirmos o lucro e acabar com o planeta, dessa forma tão desordenada. Pois há uma forma de conciliar a questão financeira, social e ambiental, mas vivemos em um mundo egoísta, onde pouco se importa o outro, ou os que viverão aqui depois de nós. Além de tudo, a amazônia, como grande fonte de energia de biomassa, poderia ser utilizada com consciência ambiental, ao invés de usarmos energia dos combustíveis fósseis, que pouco a pouco vai "matando" o mundo. Enfim, essa ainda é uma hipótese, já que é uma fonte de energia cara, e perder dinheiro? Ninguém vai querer! O que nos resta é acreditar no futuro, que as pessoas tomem consciência do que realmente está acontecendo e mudarem suas atitudes.

    ANA CECÍLIA DE CARVALHO - 2ºA - COLÉGIO CRAMER

    ResponderExcluir
  13. Parabenizo a Márcia Cunha, por ressaltar um assunto tão importante!
    Como todos disseram estamos em um mundo voltado completamente para o lucro! Temos que pensar e perceber o quanto a floresta Amazônica é importante para o Brasil. Estamos deixando o nosso tesouro escapar de nossas mãos sem ao menos perceber, os mais espertos estão usufruindo de forma errada, achando que o dinheiro pode concerta o que o futuro pré-vê. O que acontece é simples , a Amazônia é nossa, temos que valorizar e a proteger de forma correta, assim citadas pelos demais usando ‘ fontes renováveis ’. Podemos tirar o que precisamos dela, mais sabendo respeitar os limites, o que não acontece! Precisamos de pessoas dignas de respeito no poder. Vamos fazer a nossa parte, e viver na esperança de um mundo melhor.


    MARIA FLÁVIA- 2B- CRAMER

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. O título "Floresta Amazônica - pulmão quase que "canceroso" do mundo..." representa a visão de milhares de pessoas em relação a privatização da Amazônia. Costumam dizer que a Amazônia é o pulmão do mundo, mas não é, há um equivoco. O pulmão consome, e não produz oxigênio, ao contrário do que pretendem os que utilizam esta imagem para dizer que a Amazônia é uma espécie de fábrica de oxigênio. Além disso, a floresta está sendo devastada, sem que se preocupem com aspectos ambientais, como os animais que ali habitam, plantas e milhares de espécies que podem ser extintas; sociais, os índios, primatas... o principal motivo para tamanho desmatamento é a economia. O mundo exclusivamente capitalista, vem explorando os recursos da nossa floresta e quer que fiquemos parados, esperando que acabem de vez com essa rica biodiversidade. Ao invés de o governo auxiliar na conscientização da importância da preservação da Amazônia, este legalizou a exploração, visando o capital. Esquecendo que é de lá que podemos utilizar a energia biomassa, que além possuir um baixo custo, não polui o meio ambiente, contribui para a diminuição do efeito estufa e aquecimento global; é utilizando as plantas da Amazônia que a medicina avança, em busca de produzir novos remédios para cura de doenças e etc.
    É de se espantar, em pleno século XXI, a falta de preocupação com o meio ambiente, em prol do dinheiro. Se não preservarem o bem mais precioso, que é a natureza, conseqüentemente com a escassez dela, tudo será afetado, inclusive a economia. Por isso, o governo deveria investir e priorizar na conscientização do povo, para que estes possam lutar contra a destruição da floresta e pela construção de um mundo melhor.


    ISABELLA GABRICH- 2ºA

    ResponderExcluir
  16. Primeiro queria dizer à Márcia Cunha que foi muito feliz ao escolher um tema tão importante e polêmico, hoje há muitas discussões a respeito da Amazônia e é um assunto que gera repercussão no mundo todo.
    Hoje nesse mundo capitalista vemos cada vez mais os nossos patrimônios sendo perdidos ao tempo, gradativamente, em um mundo onde nos dizemos civilizados, desenvolvidos, vemos as pessoas agindo como verdadeiros ignorantes, não sabendo preservar algo que é essencial em nossas vidas.
    A invasão, privatização da Amazônia, como a autora citou, não é algo recente, vem desde a colonização, com os portugueses e espanhóis. Para resolver esses problemas vem perguntas como: Como mudar uma atitude que vem sido feita a mais de 500 anos? Como substituir os recursos provenientes da Amazônia? E a mais difícil de responder, Como lutar contra um sistema?
    Nas escolas as crianças estão sempre sendo conscientizadas dos valores dos recursos existentes em todo mundo, são ensinadas e preservar e fazer sua parte. E creio que hoje as pessoas estão muito mais conscientes que há 50 anos atrás por exemplo, porém são os capitalistas, os empresários, relativamente são poucas pessoas que contribuem para o invasão,privatização o desmatamento da Amazônia, e o governo é o que mais os ajuda, também o sistema que busca somente o lucro, é preciso que esse sistema veja que há recursos que podem gerar mais sustentabilidade que não causem o desequilíbrio que os utilizados hoje causam.
    Então é preciso que todos façam sua parte, pois juntos faremos a diferença.
    Brenda Castro- 2ºB- Colégio Cramer

    ResponderExcluir
  17. Este texto produzido pela professora Márcia Cunha é muito interessante apesar das pessoas não se conscientizarem e de não darem a mínima importância para o assunto abordado. Não é novidade que a vida humana depende diretamente da biodiversidade. É ela que fornece alimentos, água, medicamentos, além de ser a fonte de muitas outras facilidades para a sociedade. (Mesmo assim, a população não tem consciência de que um dia isso possa acabar).
    Para trabalhar com a proteção da preservação desse aspecto tão importante e tão rico que nós temos no nosso País, as autoridades governamentais, comunidades locais e indígenas e outros participam para que ocorram as funções dos serviços ecológicos (ONGs).
    A questão do MP 458 em que a autora explicita no blog é muito interessante até porque, mesmo deparando-se com esse problema em todas as revistas, manchetes, jornais e etc, os leitores e quem têm um pouco de conhecimento sobre o assunto, muito das vezes não sabem o que é esse “tal de MP”. Particularmente eu não sabia que o “MP” é uma media provisória em que ela regulariza as terras na Amazônia Legal, abrindo possibilidade de que os posseiros (quem está numa posse legal de um imóvel) formalizem juridicamente seu direito a essas propriedades.
    Depois de algumas pesquisas cheguei a uma conclusão de que a maioria dos problemas ambientais da Amazônia são devidos à falta de REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA, pois sem o documento não se obtém a Licença Ambiental do Local. Considerando a imensidão da Amazônia e as dificuldades de acesso seria necessário manter uma GIGANTESCA e impagável estrutura de fiscalização. Por isso digo, que trabalhar contra a regularização fundiária das áreas já ocupadas na Amazônia é um aspecto de quem não conhece a realidade. Márcia parabéns pela produção do texto, as idéias formuladas devem ser passadas adiante, assim como foi proposta pela professora de Física, Gianna, do colégio Cramer, localizado em Sta. Luzia- MG
    Sabrina Venturato Mendes- 2ºB-EM

    ResponderExcluir
  18. obrigada a vocês todos pela visita e comentários no blog... é gratificante saber que que a juventude não está de todo alienada como pregam muitos por aí. Vocês são o exemplo disto. Agradeço a professor de Física pela indicação do Blog.

    Vocês expuseram bem a questão ambiental em relação a Amazônia... e como ressalta a ina.sabrina, muitos apesar de ouvirem em noticíários e jornais escritos, não sabem o que signfica a MP458, tão pouco se interessam pelo assunto.

    Creio que com a conscientização da juventude em primeiro lugar, em relação à política e ao meio ambiente, o primeiro passo já estará dado em defesa do nosso patrimônio.

    Volto a indicar uma comunidade no orkut, chamada JUVENTUDE POLITIZADA, é uma escola virtual que agrega mais de 1500 alunos da rede publica e privada de São Paulo. Trata de assuntos sobre o meio ambiente, política e educação.

    Gostaria de vê-los por lá...

    http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=105331054

    ResponderExcluir
  19. Primeiramente Márcia gostaria de lhe parabenizar por escrever sobre um assunto importante para o futuro da sociedade brasileira e dizer também que é de extrema importância a população brasileira saber que os mesquinhos que elegemos não lutam ao menos para preservar um bem tão precioso quanto a Amazônia é.
    É decepcionante ver que um bem de tamanha grandeza vem sendo comercializado pelos mesquinhos que colocamos no poder. Bem não seria de se assustar se pudéssemos ler uma noticia que sim daria orgulho de ser brasileiro algo do tipo: Amazônia é usada pelo BRASIL para uma possível descoberta do câncer.
    No mundo em que vivemos hoje todos são voltados para o capitalismo é um duelo de um imenso tamanho para se mostrar quem tem mais dinheiro e bens do que os outros. Bem neste argumento não poderia deixar de ressalta a atitude da Marina Silva uma defensora do nosso maior bem ela sim foi uma pessoa que lutou bastante pela nossa grandiosa floresta, mas enfim o seu esforço foi em vão, pois como a Márcia disse nesta postagem uma andorinha só não faz verão, é preciso que todos se conscientizem que a Amazônia é um bem nosso é não deve sair do nosso poder.
    Enfim podemos ver que o povo brasileiro e de tal ignorância, e que é preciso uma grande mudança para que o país e seus habitáveis sejam dignos de deter um bem tão grandioso quanto a Amazônia enquanto ninguém se importar com este nosso bem a situação da nossa floresta continuará a mesma.
    Lauro Novy 2°A

    ResponderExcluir
  20. O texto a que refere se deve a um tema de muitos questionamentos e opiniões diversas sobre tal assunto, onde entramos em uma situação que nos, leigos no assunto, não sabemos com o lidar com tudo que acontece.
    Aos olhos do mundo capitalista explorar a Amazônia e só mais uma forma de obter lucros, ignorando totalmente um pensamento ecológico, sendo então a privatização da floresta um meio mais prático e simples de gerar dinheiro.
    Sobretudo pensamentos e opiniões divergem ao se tratar de um assunto tão complexo, será que a exploração de menor impacto ambiental teria um resultado positivo? Onde o que fosse explorado teria consequências menos devastadoras? Como a energia de biomassa, por exemplo, que nos trás um resultado positivo na sociedade, onde podemos obter lucros e fazer com que se tenham gazes menos poluentes na natureza.
    Mas para que haja qualquer acordo ou decisão devemos primeiramente respeitar o que esta em jogo, a floresta, que hoje já não é mais considerada O PULMÃO DO MUNDO.

    mariana lima Crivaro 2º b cramer

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  22. Marcia so no Brasil existe 156 órgãos federais para defender a floresta e multar aqueles que não agir dentro das leis .Hoje nem o governo federal tem controle sobre o estoque de multa acumuladas , que nem se que foram cobradas ou simplesmente estão nas gavetas da maquina publica . E esses 156 órgãos fiscalizador do governo tem R$ 22 bilhões em multas para receber. Os olhares do mundo estão sobre a Amazônia e a sociedade brasileira deve conseguir mostrar sabedoria e capacidade de governança sobre a região. O Brasil sem a Amazônia não representa nenhuma vantagem para o mundo ou para os brasileiros. No entanto, o Brasil Amazônico pode ser o fator decisivo para fazer brotar o germe de uma economia baseada no conhecimento, no uso eficiente de recursos naturais e energia e na capacidade de gestão da biodiversidade. Talvez o próximo estágio do conhecimento, uma biocivilização.

    ResponderExcluir
  23. O texto "Floresta Amazônica - pulmão quase que canceroso do mundo - é referente ao estado de conservação da maior floresta tropical do mundo que é simplesmente uma grande fonte de biodiversidade. A floresta amazônica, entretanto não tem sido preservada de forma correta, o que passou a gerar graves problemas, como desmatamento para criação de gado, utilização da madeira e ate mesmo apropriação de suas terras para estrangeiros. Todos esses acontecimentos afetam o Brasil, e até parte do mundo, porém a maioria está realmente preocupada com os lucros que podem ser retirados da floresta, sem ao menos importar com as consequências que as explorações para fins lucrativos causam na floresta. Pode-se perceber então, que o grande problema infrentado é a capitalização da Floresta Amazônica, que causa a todos grande desgosto e repugnação. Infelizmente, temos que continuar a esperar por um governo mais limpo e consciente que realmente esteja preocupado e que proteja as riquezas naturais do nosso país.

    Larissa Alves Araújo - Colégio Cramer

    ResponderExcluir
  24. Marcia,
    Seu texto concerteza ficou muito interessante pois abrange um tema mundialmente falado e principalmente aqui no Brasil.
    A Floresta Amazonica nao deve ser tratada como uma mercadoria entra empresarios,governantes e lideres de paises que só visam o dinheiro. A floresta no Brasil nao significa só um retrato do pais, significa uma fonte de vida, que alimenta familias, especies de animais, cidades proximas, etc... Atualmente a floresta é devastada de uma forma que para alguns é muito natural e representa apenas o lucro.
    A expressão " pulmao quase que canceroso" está sendo usada de forma errada, ou nem devia estar sendo usada, pois muitos paises vêem a Amazonia como uma fonte de oxigenio e lucro e se a floresta continuar a ser devastada esse pulmão irá morrer pois nao haverá essa fonte de produçao de oxigenio.
    Precisamos de pessoas que lutem contra a exploraçao incorreta da amazonia, pois ela é um patrimonio do Brasil e nao devia ser tratada como se as arvores e especies que lá existe fosse dinheiro. Pessoas como a ex canditada a presidenta do Brasil, Marina Silva que é uma das poucas pessoas que faz de tudo para proteger a nossa Floresta. É necessário que as instituiçoes de ensino abordem mais esse assunto.
    Luiz Henrique O. Salles, aluno do 2º Ano A do Colegio Cramer, Santa Luzia MG.

    ResponderExcluir
  25. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  26. O texto escrito pela professora de história Márcia Cunha, é uma importante forma de informar e de concientizar a população, ela discute no texto não só os probelmas existentes na floresta, que nós já estamos cansados de saber, ela cita os problemas, explica suas causas e deixa claro quem são os principais culpados.
    Eu concordo com o que diz o texto, o Brasil na condição em que se encontra não tem condições de proteger a floresta amazonica.
    Os principais culpados ao meu ver, somos nós que fazemos parte da população, deviamos todos entender que o floresta é fonte de vida e colocá-la sempre em primeiro lugar. O homem está deixando para depois as coisas que são realmente importantes, e se importando somente com o dinheiro, com o lucro. O governo também tem sua parcela de culpa, que por sinal é bem grande, legalizando grillagens e outros que so querem extrair da floresta visando o lucro.
    A solução mais bem aceita para resolver esses problemas é a educação. Uma população mais educada consegue perceber a gravidade da situação e se posicionar e precionar o governo até que medidas sejam tomadas para a defesa da floresta, as salas de aula são não só a esperança para a floresta, mas sim a esperança de um mundo melhor.

    Caio Augusto-2ºANO B (Colégio Cramer)

    ResponderExcluir
  27. O maior problema existente em relação a degradação da Floreta Amazônica é a exploração exagerada e não sustentável, em que o sistema capitalista visa somente o lucro exarcebado. Esse sistema não pensa nos prejuízos que podem gerar através da degradação em massa e de forma ilicita. É inutil pensar como eles, levando em consideração os vários outros recursos sustentáveis que o planeta oferece.

    Leonardo Sarah - Colégio Cramer

    ResponderExcluir
  28. Concordo plenamente com o texto, que afinal foi muito bem elaborado.O mundo em si cada dia que passa fica mais capitalista, as pessoas não se conscientizam que a Amazônia tem que ser preservada, porque com o seu desmatamento várias áreas serão prejudicadas, o oxigênio produzido por ela não é usado para si própria, sem a amazônia a qualidade de vida ia piorar, muitos animais irão morrer,podendo prejudicar o ciclo de vida de tantos outros animais. Acaba que até o nosso governo prejudica a Amazônia ao invés de ajudá-la, muitos visam o lado capitalista da questão e acabam que não se importam com as consequências que podem gerar. Como você mesma disse: "resolva NACIONALIZAR a Amazônia e entregá-la nas mãos dos índios. Mas não os índios com doença mental de branco, mas os índios isolados, os primitivos", penso que isto seria a melhor coisa a ser feita pela floresta, tudo bem que os slogans do EUA digam que a floresta é pratrimônio da humanidade, mais é o governo brasileiro que decide o que será feito, e se o governo decidice por nacionalizar a amazônia e entregá-las nas mãos dos índios isolados nosso problema pode ter solução, porque ao contrário do homem branco, esses índios sabem desfrutar da natureza sem prejudicá-la, mas sim cuidando dela. Caso isso não aconteça, penso que esse problema não será resolvido, pois como você mesma disse "o sistema é capitalista".

    Camila Morais ! 2º B ... Cramer

    ResponderExcluir
  29. Alem da prova viva que todos nós estamos prezenciando em relação aos efeitos que vem trazendo males ao nosso planeta, fico abismado em ver que muitos não tenha consciência do que o mundo vem se enfrentando ao longo do tempo.
    Já que estamos enfrentando tudo isso, ao invés de preservarmos o que ainda temos, muitos não estão nem ai, só pensam em si e dane-se o resto.
    A Amazônia vem se degradando cada vez mais, e o que fazem por isso? que atitude tomam? só pensam em seu gado, nos lucros que vão gerar, em sua qualidade de vida.
    A todos os proprietários de terras da Amazônia que fazem uso indevido de seu pertence, deveriam pensar um pouco mais antes de sair desmatando tudo que vê pela frente, deveriam saber gerar o seu maldito lucro sem prejudicar o NOSSO meio ambiente. Parece que eles não percebem que toda essa maravilha que nos (será mesmo nos?) ainda temos pode uma dia acabar.
    Estive pesquisando e vi que uma forma que gera lucro, e não degrada tanto o meio ambiente (em relação a outras formas é vantajoso) é a produção de biodiesel(o Governo até anda apoiando a produção deste)que é o combustivel extraido do oleo vegetal.
    Agora me refiro diretamente a Sra. Márcia, que com todo o conhecimento superior colocou esse post que diz nada alem da verdade hehe , obrigado márcia, por estar do lado da justiça, da concientização de que o mundo não pode acabar por desleixo de outros kk
    Grato

    Ariel Coelho Faria
    2° ano B

    ResponderExcluir
  30. Excelente texto. O mundo capitalista vai tomando, roubando, deteriorando a natureza. E vem dizendo que precisam preservar a Amazonia, que "é o pulmão do mundo", mas na realidade querem só extrair o pouco que ela ainda é capaz de oferecer e depois deixa-la agonizando. E a responsabilidade dessa consequencia cairá sobre o Brasil. Uma andorinha sozinha não faz verão, mas nós, brasileiros (governo, povo, nação) precisamos agir com responsabilidade.
    Precisamos ser fortes e exigirmos atitudes competentes e eficazes do governo brasileiro para manter VIVA A AMAZÔNIA.Mesmo que isto custe prejuizo ao mundo capitalista.


    EMMANUELL AUGUSTO DE CASTRO LARA 2° ANO B COLEGIO CRAMER

    ResponderExcluir
  31. Fico bastante grato a Márcia por falar sobre um tema que é de grande importância para todos nós.

    Sem dúvidas a Amazônia tem sido alvo frequente de pessoas que querem usufruir da sua matéria-prima sem perceber o tamanho do estrago que podem estar criando já que, grande parte não repõe o que foi tirado (até mesmo porque seria difícil repor, imagine!) ─ Como o mundo atual está bem capitalista, poucos visam a preservação da Amazônia já que estão interessados em recursos para gerar o capital $ deixando-a então ao relento da precariedade. Você tem o meu apoio quanto aos órgãos governamentais, eles sem dúvidas deveriam ser os principais agentes contra qualquer tipo de malefício feito a floresta. Tendo a Amazônia afetada pela destruição, aconteceria um grande desequilibrio nessa biomassa importantíssima tanto na fauna quanto na flora. Sou a favor de que os índios primitivos cuidem da grande floresta, já que eles sabem usá-la sem destruí-la. Um outro modo ajudaria a diminuir a necessidade de uso da matéria-prima da Amazônia, seria o uso de recursos renováveis para a produção de energias substituindo então grande parte do uso do carvão.
    Devemos sim ser "andorinhas" que trabalham para o bem desse importante recurso que temos em nossas terras. E quanto mais "andorinhas" melhor. ;)

    Daniel Alexandre ─ 2°ano B ─ Colégio CRAMER 2O11.
    @danielcalderone

    ResponderExcluir
  32. Muito me entristece ver a Amazônia, um dos maiores patrimônios que temos, está sendo alvo do capitalismo...
    No mundo de hoje o homem parou de pensar no bem estar, na saúde e em outros aspectos, só querem saber do dinheiro, e para ter lucros são capazes de tudo, ate mesmo de colocar em risco não só sua vida, mas a vida de todos os cidadãos...
    A floresta amazônica a cada dia que passa esta sendo destruída por grandes empresas que visam unicamente o lucro para o seu dono, pois nem seus funcionários são bem remunerados, pois segundos alguns dados que eu vi aqui na net, nestas empresas, grande parte de seus funcionários recebem muito pouco, em alguns casos esses funcionários são maltratados... E eu me pergunto: e esse lucro todo para onde está indo?
    Mesmo se esses lucros fossem repartidos para muitos não seria desculpa para tamanha destruição da Amazônia... Nada justifica este erro, e em alguns momentos desconfio que grandes autoridades estejam envolvidas nessas grandes empresar, pois não tem lógica um político ou outra autoridade competente, deixar capitalistas destruírem um bem que é de todos, visando apenas lucros para sua empresa... Não tem lógica, um presidente da republica (no caso agora presidenta) fazer muitas vezes vista grossa para este grande problema...
    O homem já deveria saber que tem outros meios de ganharem grandes lucros sem destruir florestas, sem agredir o meio ambiente... Grandes empresas podem obter grandes lucros sem agredir natureza...
    Hoje não tem como reverter a situação da Amazônia e voltar ao que era antes do homem “branco” chegar e começar a destruição... Temos é que cuidar do pouco que nos restaram, e não deixar que nenhuma empresa destrua cada vez mais a nossa floresta...
    Mas infelizmente, no meu ponto de vista é difícil cuidar do pouco que nos restou, pois nos dias atuais são poucas as pessoas que se importam com as florestas, muitas criticam o desmatamento, as queimadas... Mas na hora de colocar a mão na massa, vestir a camisa, e fazer de tudo para não deixar essa palhaçada continuar, arrumam milhares de compromissos ou de dificuldades e acabam preferindo ficar em suas casas e deixar isso de lado, pois sempre acham que isso nunca irá afeta-los... Tenho pena de pessoas assim...
    Professora Márcia Cunha, parabéns pelo seu blog e pelo seu texto, fico feliz em saber que tem pessoas que realmente se importam, e estão preocupadas com a floresta amazônica, fico feliz também de saber, que nem todas as pessoas no mundo de hoje colocam o dinheiro em primeiro lugar... Tenho certeza que esse seu texto influenciou, e influenciará muitas pessoas, (muitos jovens principalmente), a se preocuparem mais com a floresta amazônica.
    Parabéns pela sua iniciativa, e vamos unir forçar para acabar com essa palhaçada que esta acontecendo na floresta amazônica... Afinal como você mesmo disse uma andorinha só não faz verão...

    Ronaldo Junior - 2º ano B - Colégio Cramer 2011

    ResponderExcluir
  33. Infelizmente o nosso maior patrimônio, não tem recebido a importância que merece. E quando vamos perceber que com as nossas atitudes, estamos cavando a nossa própria cova?! E tudo isso pelo dinheiro, que é o que move o mundo de hoje. Para nós o dinheiro parece estar acima de tudo. E infelizmente ate acima da nossa própria vida.
    A Amazônia que com certeza é o maior bem que nós temos, está sendo tratada como algo que não merece nenhuma importância, a cada dia cresce as devastações, as queimadas, o desmatamento. No texto ela é definida como ‘pulmão canceroso’ porque é como se ela estivesse doente, quando ações como as descritas acima acontecem o quadro se agrava ainda mais, tudo em vista do maldito lucro. Não que o dinheiro e o lucro não sejam importantes, mas nada esta acima da vida. Então do que valerá daqui a 100 anos estarmos todos ricos, se para conseguir essa riqueza teremos que acabar com todas nossas fontes, acabar com planeta. Nossos governantes deveriam pensar de forma mais ampla, e mesmo que por mais caro, fazer um investimento na vida, como no caso na Amazônia que é uma grande fonte de energia de biomassa, com ela poderíamos evitar o uso dos combustíveis fosseis como o petróleo, gás natural... E com isso, mesmo não tendo muito lucro, estaríamos dando maior valor à vida! Mas infelizmente acho que isso está longe de acontecer, acredito que ate cada um se conscientizar que tudo isso é para o nosso bem, já será tarde demais.
    Queria parabenizar à Márcia Cunha pelo tema abordado, que é de grande importância para nós!
    LUCCAS TRAN – 2° ANO /A CRAMER

    ResponderExcluir
  34. Sinto até um arrepio em pensar que um dia nosso bem tão precioso pode acabar.Já passou da hora da sociedade levar uma sacudida e dar mais valor a esse tal de Meio Ambiente, afinal de contas precisamos dele para sobreviver.A Floresta Amazônica é super importante pra o funcionamento do ciclo biológico do planeta, possui grande diversidade e ajuda no ar que respiramos.Porque então ela está tão mal cuidada e com tendência a piorar? É culpa, com certeza, do sistema capitalista que visa tanto o lado econômico, pensando somente no lucro.
    A Floresta deve ser privatizada sim, mas deve retornar aos verdadeiros donos, os índios “primatas” que conseguem cuidar e cultivar com toda a pureza do ser.Quando eles que davam as ordens tudo estava em perfeito equilíbrio e agora a Pobre Amazônia está cada vez mais desmatada.
    Existem poucas pessoas que se importam com o futuro da nação, tínhamos como representante a Marina Silva que devido a tanta ganância alheia resolveu sair fora percebendo que não tinha mais solução,a situação agora está mais complicada do que parece sem a ajuda dela.
    As comunidades que lá vivem deveriam ser informadas sobre diversas formas de não degradar a floresta, o gado, por exemplo, deveria ser substituído por outra forma de trabalho, o uso do carvão mineral deveria ser substituído por outras formas de energia e quando não for possível ter fiscalização para que aqueles que desmatarem praticarem o reflorestamento.
    Não sabia que existia essa MP458 e achei muito interessante você ter abordado esse tema mostrando que se preocupa com o futuro deixando um pouco de esperança de que isso tudo é um pesadelo e que um dia vai ACABAR.

    É triste saber que uma andorinha só não faz verão.
    Ana Carolina Vieira Amaral- 2° ano A- Colégio Cramer- Santa Luzia- Minas Gerais

    ResponderExcluir
  35. Infelizmente o nosso maior patrimônio, não tem recebido a importância que merece. E quando vamos perceber que com as nossas atitudes, estamos cavando a nossa própria cova?! E tudo isso pelo dinheiro, que é o que move o mundo de hoje. Para nós o dinheiro parece estar acima de tudo. E infelizmente ate acima da nossa própria vida.
    A Amazônia que com certeza é o maior bem que nós temos, está sendo tratada como algo que não merece nenhuma importância, a cada dia cresce as devastações, as queimadas, o desmatamento. No texto ela é definida como ‘pulmão canceroso’ porque é como se ela estivesse doente, quando ações como as descritas acima acontecem o quadro se agrava ainda mais, tudo em vista do maldito lucro. Não que o dinheiro e o lucro não sejam importantes, mas nada esta acima da vida. Então do que valerá daqui a 100 anos estarmos todos ricos, se para conseguir essa riqueza teremos que acabar com todas nossas fontes, acabar com planeta. Nossos governantes deveriam pensar de forma mais ampla, e mesmo que por mais caro, fazer um investimento na vida, como no caso na Amazônia que é uma grande fonte de energia de biomassa, com ela poderíamos evitar o uso dos combustíveis fosseis como o petróleo, gás natural... E com isso, mesmo não tendo muito lucro, estaríamos dando maior valor à vida! Mas infelizmente acho que isso está longe de acontecer, acredito que ate cada um se conscientizar que tudo isso é para o nosso bem, já será tarde demais.
    Queria parabenizar à Márcia Cunha pelo tema abordado, que é de grande importância para nós!
    LUCCAS TRAN – 2° ANO /A CRAMER

    ResponderExcluir
  36. Primeiro parabenizo a você Márcia Cunha por falar de um tema que é de grande importância para todos.
    A Amazônia em pleno séc. XXI é vista como um mercado gerador de lucros,(ela acaba sendo alvo do capitalismo por se uma grande fonte de energia de biomassa),sou contra isso pois a criação de gado, a cana-de-açúcar, a retirada de árvores para produção de carvão mineral, acaba contribuindo para a destruição da Floresta Amazônica e acabando com sua biodiversidade (fauna e flora.
    Parabenizo você novamente por ter essa iniciativa, e vamos tentar acabar com o que está a contecendo na Amazônia, como você mesmo disse "Mas aí, uma andorinha só não faz verão."

    Eduarda Lúcia Gomes Marques - 2º Ano B - Colégio Cramer

    ResponderExcluir
  37. Hoje em dia nós brasileiros temos um grande patrimônio que é a Amazônia, mas mesmo assim o governo e o povo não estão preocupados com o que está acontecendo, o desmatamento, a exploração, e alem disso estão ONGs de fora, querendo comprar partes da Amazônia,
    Nossos governantes não estão preocupados em investir na energia de biomassa da Amazônia, se ele investisse alem do petróleo teríamos a energia de biomassa, que ismo sendo mais cara é melhor para o planeta, pois é a menos poluente. Então temos que nos unir para que a nossa grande floresta não seja destruída e mal aproveitada.
    MARCO TULIO SANTOS 2° ano / A

    ResponderExcluir
  38. O texto " Floresta Amazônica- pulmão quase que canceroso do mundo" aborda um tema muito importante para o mundo capitalista que vivemos hoje, e principalmente para o nosso país que tem o mérito de possuir em seu território uma riqueza tão abundante, a Floresta Amazônica. É triste saber que um ecossistema tão rico em recursos naturais não está sendo poupado pela ambição do homem, e ainda, perceber que vivemos hoje em um mundo capitalista onde tudo se faz visando o lucro.
    Causa indignação ver a situação em que se encontra nossa floresta atualmente, a cada dia que passa o homem destrói mais nosso maior tesouro, a nossa natureza, e ao nos depararmos com tal situação percebemos que o dinheiro é algo que está movendo o mundo. A floresta Amazônica constitui um ecossistema com uma enorme biodiversidade de animais e vegetais, uma grande quantidade de matéria viva, ou seja, de biomassa. Então porque este tipo de energia não é aproveitado como deveria? A resposta para esta pergunta está diretamente ligada à ambição pelo lucro desmedido, que impede que o homem haja como um ser racional e pense que o que parece não fazer falta agora fará muita falta no futuro. A energia de biomassa tem muitas vantagens que merecem ser analisadas, como o seu baixo custo, o fato de ser renovável, ao contrario dos combustíveis fosseis, de permitir o reaproveitamento de resíduos, e ainda, ser menos poluente.
    Chegamos a um ponto em que o bem estar e equilíbrio do meio ambiente devem ser colocados em primeiro lugar, por isso possíveis soluções para os nossos problemas ambientais devem ser ouvidas e discutidas, afinal é melhor prevenir um problema enquanto há tempo do que ter que consertar os erros quando já for tarde de demais.

    Nathália Roberta Machado Vicente - 2º ano /A - Colégio Cramer

    ResponderExcluir
  39. Um dos maiores problemas da Amazônia é o desmatamento, que corresponde a mais de 350 mil Km2, a um ritmo de 20 hectares por minuto, 30 mil por dia e 8 milhões por ano com isso varias espécies que sequer foram indentificadas pelo homem, desapareceram da Amazônia. O motivo de tal atrocidade com a natureza e totalmente capitalista, expansão da fronteira pecuária e agrícola, madeireiras ilegais, etc. As autoridades ou departamentos autorizados para coibir tal desastre, como o IBAMA e outros tem conhecimento disso porém fexam os olhos para tais problemas, não se importando que o meio ambiente sofra as conseqüências, tal impunidade contribuí para esta triste realidade que, se não for revertida, deve ficar ainda pior, mais todos temos consciência disso porém como você mesmo falou "uma andorinha só não faz verão"

    Paula Dolabella - 2º Ano A - Colégio Cramer

    ResponderExcluir
  40. O texto discorre sobre um assunto que gera muitas polêmicas. Nacionalizando a Floresta Amazônica, perderíamos algo que pode ser explorado e gerar desenvolvimento para todos, sem que os índios sejam prejudicados. A Amazônia é rica em fontes naturais de energia. Há abundância de energia solar durante o ano todo, águas correntes que podem ser aproveitadas como energia hidrelétrica e outra fonte alternativa de energia que deve ser destacada é a biomassa. Ela pode ser explorada de muitas formas, como a combustão de resíduos vegetais, podendo gerar eletricidade, ou o sistema de gaseificação que apresenta grande rendimento.
    Concordo que os índios têm seus direitos e devem ser respeitados e para isso existem os órgãos responsáveis. Cabe à FUNAI fazer com que isso aconteça com perfeição. A Amazônia é rica em fontes alternativas de energia e poderia ser melhor explorada nesse sentido. A floresta deve ser tratada com respeito e devemos mantê-la preservada sempre, é nossa obrigação. Poderíamos explorá-la de forma diferente, para que ela seja tratada não só como um benefício para a natureza, mas também um benefício para a sociedade em geral, criando empregos e um desenvolvimento sustentável.

    José Alexandre - 2º Ano/B - Colégio Cramer

    ResponderExcluir
  41. Um tema mais que discutido...O futuro da Amazônia é palco de debates importantes entre políticos brasileiros e internacionais e isso,todos nós já estamos cansados de ouvir dizer...O que falta então? Uma palavra simples,ágil e que define o que fazemos,pode claramente mudar o futuro de tudo isso que o texto acima retratou.A palavra? AÇÃO!
    De nada adianta medidas preventivas...Nada resiste e é feito apenas de projetos...Falar é fácil,o difícil mesmo é agir! Por isso,porque então ao em vez de lamentarmos dia após dia um futuro que nem ao menos sabemos mesmo se será de tal forma;não buscamos mudar de mentalidade por completo,e quando eu digo isso;falo da “ação” de cada um de nós diante do presente já que mais uma vez eu digo: O Futuro,apenas a Deus pertence!
    São ações no nosso cotidiano que vão mudar essa atual realidade da maior floresta do planeta e ai,isso sim é o que se sentirá num futuro que,se tudo ocorrer bem,será de grandes glórias e quem sabe,se não uma “vitória” sobre o que hoje chamamos de apenas...Debates!
    Será difícil para o brasileiro,começando por aqueles que entendem do assunto (a partir deste momento,nós mesmos) cobrar,querer e agir em prol de algo tão sério? De uma coisa tenho certeza: A união costuma fazer a força e ai,se juntos somos muito mais,nenhum mundo capitalista que visa apenas lucros fará de tal forma uma floresta tão importante se tornar algo tão insignificante.Se juntos somos muito mais,digo que nós somos a sociedade,nós é quem comandamos o capitalismo,consumimos e jogamos fora e somos nós quem fazemos do lugar onde vivemos algo limpo,agradável,atraente e em comunhão com a natureza.Se não,é só continuar a escrever textos,reclamar apenas do que não está legal e ai de frente a tela de um computador ler as mais desagradáveis notícias que a mídia mundial poderá vincular sobre o desmatamento,do que um dia,pelo próprio ser que a destruiu,foi chamado de “Pulmão da Terra”!

    Ana Maria Lara da Silva 2ºB Cramer

    ResponderExcluir
  42. "Seja a mudança que você quer ver no mundo."

    ResponderExcluir
  43. Márcia achei super pertinente o assunto por você abordado. Ao ler o seu texto fiz pesquisas na internet para conferirem os dados (não desconfiando de você,kkk) e percebi que muito deles estão corretos mas acho que "generalizar" dessa forma não é o melhor remédio. Concordo plenamente com quase tudo dito por você e mais pessoas deveriam ter essa iniciativa, como você mesmo falou "uma andorinha só não faz verão" mas mesmo muitas andorias populares como nós também não fará verão portanto temos que se juntar a políticos honestos que existem e estão ai para nos ajudar, como Marina Silva, dai vem o que eu disse que generalizar não é o melhor remédio, pois pessoas com "poder" em mãos como a Marina fazem o possível para essa preservação e por ser a menoria não é reconhecida e valorizada como deveria. Esse problema de privatização da amazônia, pastagens para gado cada vez mais presentes no norte do país já vem de anos e anos como dito no texto e acredito que hoje existem muitos, talves eu arriscasse falar a maioria de políticos que formam essa corja que continua a insistir no desmatamento da amazônia, mas como toda regra tem sua exeção sei que existem mais políticos que lutam para a preservação da amazônia e no momento que todos poderiam "valorizar" isso, perderam a chance com a eleição da Dilma. Não falando que ela irá manter essa corja e desmatar mais e mais, até acredito que ela faça algo pela amazônia mas a Marina Silva como presidenta concerteza faria muito pela amazônia, e não só ela, porque por ela ser uma pessoa com pensamento sustentável ela deve conhecer outras pessoas com esse mesmo pensamento que a auxiliaria em sua gestão. Não serei hipócrita em dizer que ela resolveria todos os problemas, porque não é bem assim, infelismente ela dependeria de outras pessoas para poder agir, isso se ela agisse, agora só espero que a Dilma, presidente eleita, faça uma gestão com um pensamente ambiental mais aguçado e que tenha punho firme ao tomar decisões sobre esses assuntos. Voltando um pouco ao assunto da amazônia...ela é tão importante que TODOS os dias nós vemos na previsão do tempo, em quase todas as emissoras de televisão a mesma fala "Uma corrente de ar frio, vindo da região AMAZÔNICA fará que chova no final da tarde" por exemplo, ou seja, ela altera o clima, temperatura de estado bem abaixo dela, como Minas Gerais, São Paulo, até mesmo o Paraná, portanto na falta dessa linda floresta a índice pluvial irá cair drasticamente nesses estados, trazendo consequência ainda impensáveis pelo ser inteligêntíssimo: O HOMEM. Parabéns pela sua atitude, pois, apesar de não termos ouvido para algo poder ser feito, essas atitudes vindas de várias pessoas concerteza terão um efeito, pois nada como uma reivindicação popular para o governo se "maquiar" e prestar esclarecimento a população. Abraços.
    PEDRO GUIMARÃES LIMA- 2 ANO B (COLÉGIO CRAMER)

    ResponderExcluir
  44. A floresta amazônica é o nosso maior patrimônio. Devíamos para e refletir: porque tratamos de maneira tão absurda uma coisa que é 'nossa'e que foi criada com o objetivo de ajudar no desenvolvimento de tantas vidas no mundo? Essa floresta, ao invés de servi como uma fonte de capital para o país, deveria ser vista de outra maneira, maneira está, que dirá respeito ao desenvolvimento sustentável e consciente. A floresta amazônica deveria ser usada, por exemplo, como uma fonte de energia de biomassa , pois esta,é , uma energia renovável.Mas hoje ela não tem essa serventia pois esse tipo de energia ainda é muita cara para se colocada em pratica, e o nosso sistema altamente capitalista e voltado para o lucro não vai aprovar tão cedo essa medida. O desmatamento, as queimadas, a poluição e entre outros vem, cada vez mais, afetando a grande biodiversidade da floresta, ocasionando sérios problemas imediatos, e muitos outros futuros. Como a própria autora do texto, Márcia Cunha afirma, na uma andorinha só não faz verão, isso é verdade, mas se continuarmos sempre com esse pensamento de que mudar as nossas ações não vai adiantar nada, viveremos cada vez mais em um mundo pior, e mais poluído.

    Bárbara Marques - 2º Ano A - Colégio Cramer

    ResponderExcluir
  45. O desmatamento da floresta amazônica é algo muito serio, e que pode e vai comprometer profundamente a vida no futuro, muito mais do que já compromete hoje em dia. Essa floresta tem uma grande biodiversidade e por isso, deveria ser levada muito mais a serio pelas entidades responsáveis pela sua preservação, pois estas, muitas vezes, acabam que por questões de lucro e de desenvolvimento de capital, deixam de exerce com lealdade seus papéis. São poucos, aqueles que não iram visar o lucro em primeiro lugar, já que, neste sistema capitalista, somos criados para se sobressair, e tentar alcançar um patamar hierarquizado. Levando em consideração a grande fonte de biomassa que é a floresta Amazônica, deveríamos nos preocupar mais com nosso futuro,e também com o futuro das próximas gerações, deixando de ser egoístas, para que nos possamos viver em um mundo um pouco melhor e menos poluído do que o de hoje, e para que as próximas gerações já cresçam pensando em preserva o meio ambiente, e principalmente esse imenso patrimônio brasileiro que é essa floresta.
    Isabela Marques / 2 ano A / Colégio Cramer

    ResponderExcluir
  46. O tema abortado pela professora Márcia cunha é de relevância mundial, pois trata-se de uma das florestas mais importantes para o planeta. Concordo com ela quando diz que o capitalismo vem destruindo este Patrimônio mundial de acordo com interesses particulares em detrimento dos benefícios mundiais que a floresta poderia oferecer. É de extrema importância para o planeta que a biodiversidade e as descobertas científicas ainda incalculáveis, precisam ser preservadas para que todo o mundo possa se beneficair das extraordinárias peculiaridades que só ela possui para melhorar a qualidade de vida de toda a populaçao mundial. A Amazônica, que é talvez a floresta mais importante do mundo deve ser defendida e preservada a qualquer custo. Talvez ela tenha razão em defender que os índios tenham a posse das florestas já que os "brancos capilistas" ainda não conseguem reconhecer o seu verdadeiro valor. A preservação da Floresta Amazônica não depende de uma pessoa ou de um grupo de pessoas e sim de uma conscientização coletiva. O capitalismo não pode sobrepor aos interesses do bem comum. Combater com rigor as práticas abusivas com certeza ajudaria no processo de preservação. Talvez os índios realmente pudessem cuidar com mais sabedoria deste tesouro brasileiro valorizando a biodiversidade existente e todas as oportunidades de descobertas ainda incalculáveis escondidas em meio ao verde da natureza.



    Rodolfo Alves - 2° B Colégio CRAMER

    ResponderExcluir
  47. Pessoal, obrigada pelos comentários...estou acompanhando um a um... estou muito feliz de ver alunos secundaristas com tanta desenvoltura em seus comentários...

    Ressalto um que me chamou especial atenção, o Pedro Guimarães... sobre generalização. Concordo contigo, principalmente em relação a políticos honestos. Não seria justo realmente colocá-los todos no mesmo barco, afinal, Marina Silva se mostrou uma defensora ferrenha da sustentabilidade. Realmente, devemos unir forças para mudarmos o rumo desta história. Este ano mesmo, um grande evento está ocorrendo e a mídia não está divulgando... é sobre a construção da Usina de Belo Monte!!! um emrpeendimento vultuosíssimo, de grandes dimensões e que representa de um lado, uma degradação irreversível, além da destruição de tribos indígenas inteiras que vivem às margens do xingu...e do outro lado, a possibilidade de oferta de mais 10% de energia para o Brasil. Aí pergunta-se: seria realmente válido sacrificar uma extensa área riquíssima em biodiversidade, destruir tribos indígenas, em nome do progresso energético? Não seria melhor investir em outars fontes de energia? Um texto neste blog, trata sobre o assunto, se quiserem acessar, esta no mês de março, e chama-se BELO MONTE NÃO!!!!!

    no mais, mais uma vez, obrigada pela visita e pelos comentários...estu adorando e lendo-os com muita atenção... abraços a todos!

    ResponderExcluir
  48. Gostaria de parabenizar a marcia por esse blog e dizer que é muito triste nossa floresta amazônica estar sendo "vendida" para outros países. Ouvi dizer que existe uma base americana no meio da floresta que impediu que brasileiros ( que são de lei donos da floresta) de passarem por aquele local. Recentemente houve um congresso de sustentabilidade na amazonia com alguns americanos participando. Engraçado não? Americanos ( um dos maiores emissores de CO2,o país mais capitalista que visa somente o lucro pouco se F*** pra sociedade) num congresso de SUSTENTABILIDADE e em plena amazonia ( onde eles estão de olho a muito tempo). Para mim esse evento foi uma fachada para concretizar a negociação da amazônia e assim acabar com a biodiversidade e a preciosa biomassa existente. A AMAZÔNIA É NOSSA !!!!! O lucro que a amazonia gera ( ou pode gerar ) tem que ser nosso e usando somente para nosso consumo e com responsabilidade o Brasil chegará um dia a ser um país desenvolvido

    Bruno Sousa Rocha 2 Ano A/ Colégio Cramer

    ResponderExcluir
  49. Em primeiro lugar parabenizo a Márcia por obter esse blog e sustentá-lo com informações essenciais, que podem persuadir o leitor e fazer com que ele reflita sobre a situação em que estamos vivenciando.
    A Amazônia pode ser uma importante fonte de energia renovável, produzida de forma sustentável,se forem utilizados os 35 milhões de hectares que já foram desflorestados na região norte do país com plantios florestais. Para isso, é essencial identificar as espécies mais adequadas a serem implantadas, com base nas seguintes características: poder calorífico e potencial de produção de
    biomassa. Além disso, deve-se conhecer as condições de solo e clima onde estas espécies crescerão de forma lamentável e ambientalmente corretas.
    O poder aquisitivo hoje em dia é visado como fator principal para o crescimento do ser humano. Os grandes empreendedores acreditam que o "lucrar" vale mais a pena que um ambiente saudável, onde se possa viver sem quaisquer preocupação. Deveriam lembrar que a Floresta Amazônica está situada em sua maioria no Brasil, e que com esse pensamento capitalista pode acabar com nossa maior riqueza.
    A Floresta Amazônica é o nosso maior bem, e hoje está sendo tirada de nossos braços. Nosso ouro verde! Precisamos entender que nós, brasileiros, e donos de todo o verde por lei, temos o direito de reivindicação, pois o que se demorou anos para ser criado não pode ser destruído em apenas horas... Acredito que antes de transformar o país num lugar impossivel de se viver, deveria priorizar fontes de energia alternativa abundantes no Brasil, como hidráulica, solar e eólica. E cuidar de alimentar os sofridos famintos, antes de enriquecer os "heróicos" empreendedores.

    Anna Claudia Diniz Costa, 2° ano B/ Colégio CRAMER.

    ResponderExcluir
  50. Achei o texto bem interessante Márcia,a Amazônia tem grande abundância em recursos naturais,minerais, energéticos, que podem ser explorados de uma forma mais sustentavel, mesmo que o custo dessas sustentabilidade pese no bolso dos empresários e políticos, é uma necessidade que deve ser aplicado, pois essa degradação e destruição do ecossistema, do meio ambiente vai prejudicar a nós mesmos. Concordo com vários aspectos que Marcia abordou no texto um deles é a questão do capitalismo, que vem destruindo esse patrimônio.A amazonia é de extrema importância não só para o Brasil e sim para o mundo, sua biodiversidade é algo que precisamos preservar.
    A nossa forma de evitar que a Amazônia seja destruida é conscientizar a todos de quanto ela é importante para este mundo. Cabe a todos fazer a sua parte. Parabenizo Márcia pelo texto.

    RAFAEL (COLÉGIO CRAMER)
    2º ANO A

    ResponderExcluir